segunda-feira, 27 de abril de 2009

Era pra acontecer!

"Tudo que acontece era pra acontecer, e se não era... aconteceu."

Essa frase que veio em minha cabeça um dias desses, foi a frase mais sensata que eu fiz na vida.
Reflitam, faz todo o sentido do mundo. Se existem teorias em que eu acredito, uma delas é essa.
Aí você que tem uma vida regada de infortúnios, fica pensando, "bem, então certamente eu nasci com o pé na jaca".
Tenso é, mas é real. Tanta coisa já deu errado na minha vida, tantas. E isso acontece na sua vida também. As coisas vão acontecendo, acontecendo e PUMBA. E era pra acontecer, e de tudo a gente tem que tirar uma lição.
Como a vida é cheia de hein-hein-hein. Há coisas que acontecem, simplesmente porque a gente procurou, mas era pra acontecer. Há coisas que a gente evita e acontece, porque também era pra acontecer. É confuso? É! Percebam, tem dias que acontece algo que a gente não queria que acontecesse, mas acontece, Por que? Porque era pra acontecer. Agora fica tudo mais simples não é mesmo?
E se algo ruim era pra acontecer, o que a gente deve fazer? Tirar algo disso. Alguma coisa dá pra extrair de tudo. E isso que torna a minha maneira de ser otimista. Era pra ser assim comigo, mas por que? Porque as circunstâncias conspiraram para isso, e eu tenho que ser forte sempre, se não eu despenco. Porque a vida vai ensinando e agente vai aprendendo que quem procura acha, que tudo de ruim que eu fizer volta contra mim, que desobedecer os pais dá em merda. E por aí vai, são as maldições da vida.
Acho que grande parte das lições eu aprendi, e aprendi rápido. Conviver é um grande ensinamento. Eu percebi que ficar calado é a melhor maneira de conviver. A pessoa ta te cutucando? Te irritando? Fique calado, respire fundo pra não dar uma má resposta, e assim vc continua interagindo na sociedade. Brigar por tudo não dá, então vamos bancar a pomba lesa sempre que necessário.
Eu sempre começo falando de algo e no final eu já to viajando. A teoria do Era Pra Ser, anda de mãos dadas também com a teoria do Estava No Lugar Errado, Na Hora Errada. Mas lembre-se, você estava no lugar errado? Sim, estava. Mas mesmo assim era pra acontecer, e mesmo que não seja, aconteceu. Já era! Já foi...adianta? Roubaram seu carro, era pra acontecer? Era. Por que? Por que era, simplesmente aconteceu.
Tentar evitar que as coisas aconteçam é uma boa, pra tentar desviar coisas ruins, porque coisas boas ninguém evita. E como evitar? Se você sabe que naquele lugar seu carro corre sérios riscos, pra quê você vai estacionar ele lá? Me diz? Evitar acontecimentos é algo que muitos deveriam fazer, e quando você possui o dom de visualizar algo ruim acontecendo, acaba fazendo com o que era pra acontecer não aconteça. Entendeu? NÃO? Desisto.

sábado, 25 de abril de 2009

Dias e mais dias. Eu tenho mania de ficar observando o tanto que tudo passa rápido. É a única impressão que eu andei tirando da vida. Acho que pela falta de novidades, pela falta de emoção. As coisas boas só dão a impressão de terem passado rápido quando acabam. Engraçado, quando a gente vive momentos bons, parece que eles são longos e duradouros. Mas não, parece que tudo corre com horário marcado, parece que tudo tem hora pra acontecer.
Eu infelizmente vejo o tempo passar, e sinto ele passando. Tudo está indo, mas eu não estou indo junto, não completamente.
E sempre existem perguntas na minha cabeça. Será que eu estou perdendo tempo, será que estou vivendo do jeito que deveria? Eu deveria fazer o que todos da minha idade fazem? E o que eles fazem? Eles saem muito, eles namoram muito, eles transam muito, e essa demasia dá a impressão de que todos vivem mais do que eu.
Mas na mesma hora que eu me pergunto sobre isso, eu sei que eu não viveria como a massa vive.
A minha forma de ver e ser na vida, não é comum. Enquanto eu me prendo aos detalhes, a maioria atropela tudo que deveria ser visto. Enquanto estão todos dançando em festas, eu estou em casa batendo cabeça, ouvindo The Night do Disturbed. Enquanto todos transam , eu estou dormindo.
E é assim, o meio da a impressão de que eu não vivo, a minha tia mesmo já disse que eu vou ficar solteirão, devido ao fato que eu não saio. Eu saio de casa sim, quando me dá vontade, vou em shows com amigos, ou vou ao cinema. Eu só não saio com tanta frequência como a filha dela.
Eu não sou do tipo que qualquer programa me agrada, eu não gosto de multidões com muita frequência. Enfim, eu não sou como todo mundo é.
Eu fico refletindo sobre isso, quando as pessoas dizem que eu estou perdendo a vida. Que eu deveria sair, transar, e rir como um abestado. Eu definitivamente não preciso disso, incomoda? Claro, você se sente o "Stranger".
No mais eu vou continuar do jeito que eu estou. Saindo quando me dá na telha, transando quando tiver namorando, eu não vou ficar transando com meio mundo, só pra dizer..."COMI VOCÊ". E nem vou ficar bancando uma coisa que não existe.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Meu corvo


Oi, passando pra postar apenas. Pra não deixar isso aos bichos. Vamos lá. Todos falam de suas vidas e essa é a graça disso daqui. Mas e quando não temos nada pra falar? E quando temos, mas preferimos nos calar? Eu vou me manter mudo, acho que falar da gente só é bom, quando não cansa, ou quando há o que falar, algo novo. É tedioso quando alguém me pergunta, "E as novidades?", a minha vontade era de fingir que não ouvi nada.JustificarÉ definitivamente chatíssima essa pergunta, mesmo tendo inúmeras coisas pra contar. Então já sabem, essa pergunta me irrita. Quando essa pergunta fica gringa então, piorou. "E as news?"
Já bloquiei tanta gente no msn, é serio, e o motivo? O velho, "Oi tudo bem, e as news?". Tem gente que pergunta isso todos os dias, e eu acho que nem as pessoas mais ricas e felizes do mundo, tem novidades todos os dias.
Enfim, chateações à parte, eu queria só registrar que eu estou bem, simplesmente bem, nem pouco, nem exageradamente. BEM. Eu ando estudando photoshop, eu tenho que criar uma capa de CD pra um DJ, mas juro que até agora nada "Oh" me veio à cabeça. Capa de CD de DJ é sempre a mesma coisa, é uma foto deles na mesa lá, aquela que fica um disco com um monte de botões, e uns efeitos de luz superrrrr feios.
Eu me recuso a fazer porcarias. Mas também nem to em situações de pensar em algo muito bom. Porquê eu nem resolvi como seria o pagamento. O bom é que ele é tão "away", que nem liga pra prazos, posso criar aos poucos. Criar capas de CD não é difícil, mas também não é fácil. Enfim, não vou mais falar do CD, e nem sei porquê eu to falando desse fato bobo.
Eu tava sem fazer nada, pra variar, e fui fazer algo no photoshop, e saiu essa linda arte photoshopada, meu corvo.
Eu gosto de corvos, pelas fotos e filmes, nunca vi um de verdade, já vi os parentes deles, o pássaro preto. Alguém conhece? Chamam aqui de passo-preto, mas creio que era pra ser pássaro preto. Português e suas esquisitices.
Enfim, eu ando lendo e aconselho pessoal, História da Arte da Graça Proença. É sério, saber e entender de arte é fundamental, não saberrrrr loucamente, pelo menos a essência, arte é cultura, é história, é base. Fica a dica, te torna mais culto. E eu busco por conhecimentos novos a cada dia.
Falou o intelectual...rsrrsrs, nem é. E que sei lá, ler faz bem.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Medonho!

Eu tenho pensado no Medonho há um bom tempo. E foi de repente que ele me veio à cabeça. Eu queria algo sombrio e triste, mas ao mesmo tempo "meigo" e "digerível". Foi assim que o personagem, Medonho, foi saindo da minha cabeça e entrando no papel.
Nada de traços reais, eu optei por algo mais infantil e simples. Meu grande sonho é ir mais além nessa área. Escrevo os contos devagarzinho, que são resumos do que eu queria ver num livro. Mas eu nem sei se gostaria e teria paciência para transformá-lo num livro, e passar pelo processo de aceitação e humilhação..srsrsr. É barra demais. Eu vou continuar levando ele adiante e evoluindo.
Quando eu puder usá-lo, seja em animação, num livro de contos, ou sei lá, num romance, eu irei fazer. Deixo ele arquivado na minha caixa de idéias.
Eu estava atoa em casa e resolvi tentar. Eu pensei em fazer uma animação, nunca havia feito. O resultado foi legal, embora muito simples. Os movimentos ficaram desconcertados, mas no mais, eu creio que é por aí.
Animações são muito difíceis de fazer, muito mesmo. Eu fico imaginando os clássicos da Disney, que foram todos desenhados a mão, pedacinho por pedacinho, movimento por movimento. Mas toda animação é assim, embora tenha a ajuda extra da computação gráfica.
Passando pra postar apenas.
video