domingo, 20 de março de 2011

Eu sei...



Me deixe. Me Deixe. Me deixe como qualquer coisa. Me deixe.
Não chore. Não chore. Não chore se lembrar de mim. Não chore.
Não minta. Não minta. Não minta com palavras sujas. Não minta.

Não olhe. Não olhe. Não olhe fundo em meus olhos enfurecidos. Não olhe.
Não fale. Não fale. Não fale de mim levianamente. Não fale.
Não ofenda. Não ofenda. Não ofenda as minhas memórias. Não ofenda.

Não altere. Não altere. Não altere as minhas palavras. Não altere.
Me permita. Me permita. Me permita dizer a verdade. Me permita.
Eu te amo. Eu te amo. Eu te amo enlouquecidamente. Eu te amo.

Mas...

Eu sei. Eu sei. Eu sei que pra você eu já não existo. Eu sei...

5 comentários:

Miriane Fernandes disse...

Que coisa mais triste!
Arff. =/


- Grande beijo!

S.tephanie M.ello disse...

Belo e triste ...

Camila Alves disse...

Mesmo no fim, o amor ainda cobra da gente... Bonita expressão desse sentimento... Até senti certa tristeza por esse fim...

:)

Beijocas!

Sr. Lunático disse...

Triste. Muito triste.

• || Rai || • disse...

Aahh e eu já esperando um final feliz... =\