domingo, 22 de agosto de 2010

E se...


Rezando para que algo me leve embora daqui.

Não há nada lá fora, eu já não sei pra onde ir.

E se tudo se perder...


Estou fugindo do mundo que eu mesmo criei.

Eu já não tenho o controle de nada que eu sei.

E se tudo morrer...


Faça de conta que eu fui uma brisa, que soprou em seu rosto.

Tente pegar as minhas mãos invisíveis e passe em seu corpo.

E não adianta insistir, se você não pode sentir.


Eu perdi o juízo procurando o motivo.

Aquelas palavras perderam o sentido.

E se eu esquecer...


Saboreando toda a sua indiferença.

Me resta a mesma pura inocência.

De quem não quer entender...


Eu sei que no fundo, em suas memórias, eu deixei de existir.

E aqui em meu peito...dói...demais...eu não sei mais sorrir.

Eu já não quero viver...

3 comentários:

Sr. Lunático disse...

heey, cara tu é muito fooda. Pode me passar teo msn?

. Teph . disse...

=O
Perfeito...
Ficou muito bom o que você escreveu.

. Teph . disse...

De nada :D
Adoro os desenhos que você faz.

Bom, pode me passar teu msn também? rs