sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

No interior

Nunca estive num lugar tão quente.Sério, lá é muito quente.Uns 40 graus, ou mais.Eu derretia aos poucos.Tomei tanto sorvete pra tentar refrescar, mas não foi o bastante.Mesclava picolés e sorvetes todo o tempo.A cidade é pequena, tem um estilo bem roça, mas não está longe de algumas tecnologias da civilização.JustificarMinha tia avó nunca esteve tão chata.Na verdade, fomos para aquele inferno visitá-la.E o nome da cidade?Novo Brasil.Fica perto do Mato Grosso.Os mosquitos lá são mais teimosos e resistentes.A gente espanta eles, e é o mesmo que não fazer nada.Ódio.Lá as pessoas te comprimentam sem olhar nos teus olhos.Te comprimentam olhando pro céu, para os lados, pra qualquer lugar, menos pra você.
Eles não dão nome aos cachorros.Haviam dois lá, perguntei o nome deles para a minha tia, e ela disse que chamavam eles de "Tio".Eu fiquei pasmo.Enfim, o mais legal de tudo, é que quando alguém morre eles anunciam, numa espécie de autofalante.Geral ouve, sempre com uma música fúnebre.Achei essa cidade digna de cenário de um filme.Na boa.Lá tudo derrete, os plásticos, as casas, VOCÊ.
As pessoas são cheias de costumes idiotas, são muito conservadoras, do tipo de não conversarem com pessoas do sexo oposto.Estranho né?Na verdade, se comprimentam.A minha tia reparava tudo e depois vinha me chamar atenção."Você não levantou pra comprimentar as visitas.Você não conversou com os rapazes.Você é muito fechado.Você precisa engordar".
Nossa!Foi péssimo.Mas no mais, só a imagem daquela cidade, já me inspirou em algo.Só estou esperando uma oportunidade pra usar essa experiência, para uma futura arte.
Eu creio que não vou pisar meus pés lá tão cedo.Deus me livre.Juntou tudo, o calor, as pessoas, a minha tia, no final ficou tudo indigesto.Q uando foi pra ir embora, eu quase não pude conter minha alegria.Ar condicionado, estradas, belas paisagens.Graças a Deus chegamos bem, graças a Deus aquele inferno ficou pra trás.

2 comentários:

ઽ૨Ƭª ʍyℓℓα ખαy disse...

Mew, eu axay um Myllagre eu naum ter ido pra roaç, propriamente dita neste Carnaval, pq é impressionante, tdo feriado meu pai q é d lá, qr ir!

Ainda bem q agora, eu tenhu pelo menos, direito de escolha. Lá a cidade é um ovo, chata monotona. Apesar da paisagem ser belissima entre montanhas e panz, cansa... Mas, uma coisa eu t garanto, o povo naum é tão "estranho qnto esses ai naum"!

Mas, pelo menos vc sobreviveu.. isso é oq importa, certo?!

Isadora. disse...

Não pareceu ter sido tão "inferno" assim o.O certo?
Nem falo nada sobre família pegando no pé... nossa...

Essa cidade q vc foi parece ser ainda mais caipira q a q eu sempre vou, q fica em Minas :D