terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Páginas do passado


Sabe quando você insiste em querer viajar no passado?Quando você quer por tudo, ler artigos antigos, coisas que você recebeu de alguém, cartas?Ou sei lá, quando você tenta aproximar aquilo, que hoje, não está mais em seu alcance? Pois então, a vida é feita de momentos assim, hoje eu fiz isso.Eu pensei,"vou entrar no meu messenger abandonado, ver se ela se encontra lá".Lá ela estava, e eu sabia que iria encontrar ela. Aquele sentimento que eu domei durante muito tempo, acordou alvoroçado.Ela ficou absolutaente pasma.Não acreditava que um dia eu pudesse falar com ela. Relacionamentos conturbados sempre deixam grandes cicatrizes, que nunca se apagam, só com a morte e olhe lá. O fato é que eu jamais deveria ter tentado falar com ela.Por mais que eu tenha ficado surpreso com o que ela falou, da falta que ela sentiu, da raiva, que eu ainda era comentado por ela, muitas e muitas vezes, do tanto que ela aprendeu.E isso foi bom ouvir, eu só não pude manter meu amor por ela dormindo.Eu me descontrolei...eu me mantive calado, claro.Mas eu sofri muito nesse momento, eu a amo e pra mim é horrível saber que eu nunca vou ter o amor dela por inteiro. E nessas horas te bate uma tristeza tão grande.É assim, de amor ninguém pode viver,eu sei. Mas um amor impossível é tão trágico como aqueles de filme, como em Romeu e Julieta. A morte as vezes chega nesses momentos, como se você não tivesse mais nenhuma razão pra viver.Eu me sinto vazio, mas essa realidade não me pertence, não morreria por conta disso. Mas que bate um desespero..ha isso sim. Enfim, é isso.Eu já me abtuei, eu já sei que eu nunca vou deixar de amá-la, passe dias, meses ou anos.Mas a gente tenta viver sem as pessoas, elas não podem estar sempre por perto mesmo.A gente se apega a Deus, que sempre estará por perto, a gente se apega a diversões, coleções, livros, coisas materias...e assim a gente tenta camuflar a tristeza, que está por dentro, gritando o tempo todo.

4 comentários:

Aura Sacra Fames disse...

Isso acontece repetidamente em vários indíviduos.


Abraços
aurasacrafames.blogspot.com

Rachel Chagas disse...

Hey, fico feliz por ter gostado do meu comentário, e por ter deixado o seu la pra mim...
Gosto da forma como desabafa, voce se abre por inteiro mas, é triste ver que se prende ao passado.
O passado, é um lugar legal pra gente visitar de vez enquando, mas não pra morar lá, entende?!
Pense nas boas lembranças e se lembre do mundo que há a sua volta. Ela é especial para você e, não precisa deixar de ser... mas, talvez ela não seja a única.
Eu li uma vez, algo parecido com isso - quando uma porta se fecha, ficamos tão tristes observando que, não vemos as muitas outras que se abrem ao nosso redor.
Mais ou menos isso, se permita ser feliz novamente - não que você não seja - ficar triste não vai trazê-la de volta.
E pode ter certeza, as cicatrizes se fecham, é só você ter paciência.

Um beijão e, obrigada novamente!

Isadora. disse...

Oi .-.

Faz um tempo que eu comecei a ler seu blog, descobri pelos filmes favoritos no perfil do blogger, sabe? Romeu e Julieta *-*
Precisava dizer que eu gosto muito da forma como você escreve, me encantei por isso. E por você citar Romeu e Julieta também. Continue com o blog :)

etóile... disse...

amores sempre são pra sempre,contudo, não são unicos... então ainda vai ter um monte de amores e tb paixões e mais um monte de coisa nenhuma...

vai la e se joga...!começa denovo e mais uma vez...e tanto qnt for preciso...^^

bjO