sexta-feira, 30 de abril de 2010

17 de fevereiro (registros num livro preto)

Seus pensamentos podem estar em qualquer lugar, menos aqui. Eu sei, você se perdeu. Há muito mais para se preocupar, para se lembrar. Nem tudo sou eu. Entendo seus sonhos assim como os meus, eu vejo em seus olhos. Não há problema algum quando eu te vejo distante. Não quando eu ainda posso tocar. E mesmo que eu venha a te perder num instante, eu sei que você vai voltar.
Não me deixe só, eu tenho medo de não me abtuar à sua ausência. Estive tanto tempo junto ao pó, as cinzas...não me deixe só. Eu não quero lembrar do passado, nem viver desesperado, vendo tudo se perder ao redor.
Faça seus planos, que eu faço os meus. Não me preocupo com o tempo e a distância dos caminhos seus. Só não vá para nunca mais voltar. Pegue um avião, um navio, rode o mundo. Eu te espero no aeroporto, no porto, não me cansarei ao te esperar. Só não vá embora para nunca mais voltar.
Eu fechos os meus olhos e é você quem a habita os meus sonhos. Jogue fora estas palavras se já tiverem perdido a coerência. Eu tiro a minha roupa, grito para que o mundo me ouça, porque eu só quero que tudo isso fique em evidência.
E o que há de errado comigo? Eu não consigo entender. Subitamente eu descubro que é tudo contigo. É você o porquê. E se eu te pedir algo simples você me promete? Não me deixe só...não me deixe só. Por favor, não me deixe só.

3 comentários:

• || Rai || • disse...

Ô Lorde e aí, como vai?
Mó tempão que não falo contigo, neh? ^^

O sentimento se torna mais especial quando não nos delimitamos ao mencioná-lo,´devemos dizer o que sentimos, o que ele nos causa ^^

Abç!

Stëphanie disse...

*-*
Tão bonito que eu consegui sentir daqui a força do teu pedido.
Torço para que nunca te deixem só.

Adorei ler cada palavra. Muito lindo...

Angélica Lucya disse...

Olá Lorde,como vai ?
faz tempo que não venho no seu blog..
lado bom :tenho muito o que ver ;P
adoro seus desenhos ^^
o chat MDP ainda existe ?
bjs;*